2020

junho, o mês da Saúde Digestiva

A partir deste ano, a Saúde Digestiva passa a ter um espaço de maior destaque no calendário das efemérides da Saúde, através desta iniciativa da SPG, o Mês da Saúde Digestiva (junho).
No dia em que se assinala mundialmente a Saúde Digestiva, dia 29 de maio, com a chancela da World Gastroenterology Organisation (WGO), arranca, pela primeira vez, o mês de sensibilização para o tema – junho: o Mês da Saúde Digestiva.

TEMA: DIA MUNDIAL DA SAÚDE DIGESTIVA

O Microbioma Intestinal
e a Saúde Digestiva

Este mês da Saúde Digestiva inicia-se com o Dia Mundial da Saúde Digestiva, que se celebra a 29 de maio e centra-se anualmente num tema específico. Em 2020, o tema é o Microbioma Intestinal, com o objetivo de realçar a sua importância para o funcionamento do organismo

Inquérito Saúde Digestiva

No âmbito desta iniciativa, a Sociedade Portuguesa de
Gastrenterologia realizou um inquérito a nível nacional para perceber
a relação dos portugueses com a sua saúde digestiva.

Apresentamos os resultados principais.

Menos de 50%

dos Portugueses conhece as
doenças do Sistema Digestivo.

Quase 73%

responde de forma positiva
à importância da prevenção.

1/3

já visitou um
gastrenterologista.

Apesar de 99%

dos inquiridos afirmar que o diagnóstico precoce é bastante ou
muitíssimo importante numa doença da área da gastrenterologia,

apenas 26%

afirma ter visitado um especialista.

Apesar de 72%

dos inquiridos acreditarem ter uma
alimentação equilibrada e saudável,

43%

não tem em consideração a composição
nutricional dos produtos no momento de
compra.

1/3

assume não ter uma alimentação
equilibrada e saudável.

Quase 1/4 (24%)

afirma que raramente ou
nunca pratica exercício físico.

83% indica a falta de motivação, tempo e
hábito como principais razões para este facto.

Cerca de 73%

dos inquiridos reconhece o gastrenterologista como especialista da Saúde Digestiva.

Cerca de 63%

dos inquiridos não recorreu a um hospital ou clínica por causa de problemas digestivos.

Cerca de 75%

dos inquiridos afirma que a cirurgia não tem qualquer papel no tratamento das doenças gastrointestinais.

Cerca de 75,4%

afirma que o histórico familiar não tem
relação no aparecimento de doenças
gastrointestinais.

Cerca de 95%

dos inquiridos concorda que o stress afeta de alguma
forma a Saúde Digestiva, sendo as principais causas a
ansiedade, trabalho ou questões financeiras.

Nota:

Este é um estudo independente e realizado por uma empresa especializada em estudos de mercado Multidados. Para este estudo realizaram-se 1500 inquéritos, a nível nacional, considerando a população ativa. Ambos os géneros responderam sendo as suas idades entre os 18 e os 75 anos. O trabalho de campo decorreu entre os dias 29 de abril e 11 de maio de 2020, a informação foi recolhida não só online (CAWI) como também por telefone.

Parceiros

Infografias