Saúde Digestiva

Stress: o inimigo da Saúde Digestiva dos portugueses
Prevenção

Stress: o inimigo da Saúde Digestiva dos portugueses

Os portugueses consideram que o stress afeta negativamente a saúde digestiva. A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), no âmbito da sua iniciativa, Mês da Saúde Digestiva, levou a cabo um inquérito em que 94,6% dos inquiridos diz acreditar na influência negativa que este fator tem no que diz respeito ao aparelho digestivo e cita a ansiedade, o trabalho e questões financeiras como estando na base desse problema.

Mais de metade dos inquiridos (57%) afirma que a pandemia provocada pela COVID-19 influenciou negativamente o seu stress, o que revela que estes acreditam que o estado da sua saúde mental se tem vindo a deteriorar como consequência desta situação pandémica.

O sistema nervoso central e o sistema digestivo estão conectados através de comunicações bidirecionais conhecidas como o eixo “cérebro-intestino”. Essencialmente, este eixo significa que o estado de um tem efeito no estado de outro. Desta forma, podemos aferir que a pandemia está indiretamente a contribuir negativamente para saúde digestiva dos portugueses.

O mesmo inquérito revela ainda que 70,2% dos portugueses acreditam que praticam uma alimentação equilibrada e 69,6% procura praticar exercício, o que é característico uma população predominante preocupada em manter hábitos saudáveis.

A falta de motivação, hábito, gosto pessoal ou carência económica são apontados como os principais motivos para todos aqueles que assumem não ter uma alimentação equilibrada/saudável (29,8%). Todos o que admitem que a prática de exercício é rara ou inexistente (30,4%) justificam-no também com a falta de motivação e hábito, acrescentando ainda a falta de tempo.

No que diz respeito a estes dados, a pandemia acabou por ter implicações positivas, com 50% dos inquiridos convictos de que a sua alimentação se tornou mais saudável durante este período de tempo e 52% afirmam ainda que influenciou positivamente a sua hidratação.

Em suma, é percetível que a pandemia afetou desproporcionalmente os fatores que têm influência na saúde do seu aparelho digestivo. Ainda assim, os portugueses estão cientes dos princípios centrais que ajudam a prevenir doenças e garantir uma boa Saúde Digestiva: um estilo de vida saudável, controlo dos níveis de stress, uma dieta equilibrada, exercício físico regular e evitar a obesidade.

Clique aqui para conhecer todas as conclusões.