Saúde Digestiva

Prevenção

Colonoscopia, um exame que salva vidas

A colonoscopia é o exame que observa o interior do cólon e reto através de um endoscópio (colonoscópio) introduzido através do ânus. Considerado recomendado para todos os indivíduos a partir dos 45-50 anos, o exame tem um papel importante no diagnóstico e tratamento de várias patologias.

A situação clínica de cada caso e as diferentes intervenções terapêuticas que possam vir a ser necessárias determinam a duração do exame. Este é realizado em regime ambulatório, ou seja, o doente poderá ir para casa após a sua realização retomando as suas atividades habituais. Contudo, e uma vez que é administrada uma sedação anestésica para diminuir ou eliminar qualquer desconforto provocado pela colonoscopia.

O exame exige uma limpeza rigorosa do cólon o que significa que, alguns dias antes da sua realização, a pessoa deverá ter alguns cuidados com a dieta e ingerir um preparado específico na véspera e/ou dia do exame. Esta preparação permite uma visão mais detalhada e reduz o risco de possíveis complicações, logo é essencial que cumpra as prescrições do seu médico na consulta que o precede.

As colonoscopias são primordialmente ferramentas de diagnóstico, contudo permitem também a remoção de crescimentos anormais da mucosa do cólon e outras lesões pré-malignas (pólipos) interrompendo a sua progressão para cancro.

Ao intervirem num só momento diagnóstico e terapêutico, as colonoscopias assumem-se como um instrumento fiável e insubstituível no rastreio daquela que é a principal causa de morte por cancro em Portugal.

A ideia de que se trata de um procedimento doloroso demove muitos das pessoas convocadas para rastreio de procederem para a sua execução. Não valide este mito, procure o seu médico e marque o exame que poderá salvar a sua vida e dar-lhe décadas de vida saudável.