Mitos e Factos

Todas as pessoas a partir dos 50 anos deviam iniciar o rastreio do Cancro Colorretal

FACTO!

O Cancro do Intestino ou Cancro Colorretal (CCR) é a principal causa de morte por cancro em Portugal sendo anualmente responsável pela morte de cerca de 4.000 pessoas.

O diagnóstico atempado é essencial para salvar vidas, contudo os sintomas da patologia são silenciosos e quando se manifestam, a doença pode estar muito afastada. O papel do rastreio na prevenção do CCR é, então, fulcral.

De acordo com as normas da Direção Geral de Saúde e guidelines internacionais, todos os utentes, mesmo assintomáticos, a partir dos 45-50 anos, devem ser incluídos num programa de rastreio do cancro do cólon e reto.

O exame de rastreio mais fiável é a colonoscopia. Esta é efetuada num intestino limpo e preparado e permite ao Gastrenterologista encontrar pólipos e removê-los evitando que se desenvolvam tumores em cima destes crescimentos anormais da mucosa do cólon.