Saúde Digestiva

Obesidade e Saúde Digestiva
Tratamento

Obesidade e Saúde Digestiva

A obesidade é considerada a pandemia deste século, considerada mais mortal do que a COVID-19, tem na saúde digestiva e que por sua vez se reflete na qualidade de vida e inclusivamente na esperança de vida.

Na União Europeia, mais de metade da população adulta é obesa e em grupos etários mais novos os números tornam-se cada vez mais preocupantes (fontes: WGO e UEG). Diagnosticada quando o Índice de Massa Corporal (IMC) é superior a 30 kg/m², esta patologia está associada a várias condições que afetam negativamente a saúde do doente e reduzem a sua esperança média de vida.

A obesidade aumenta as probabilidades de diabetes, elevação do colesterol e de fígado gordo que poderá levar a inflamação (esteatohepatite) e evoluir para cirrose e até cancro. Nestas circunstâncias, as hepatites podem desenvolver-se com maior gravidade e não responder de forma eficaz ao tratamento. Está ainda provado um aumento na incidência de doenças oncológicas do aparelho digestivo (cancro do esófago, estômago, pâncreas, vesícula, cólon e reto) nos doentes.

Promover hábitos de vida saudável, adotar uma alimentação equilibrada e praticar exercício físico regularmente são medidas fundamentais não só na prevenção, como no tratamento da doença. Para além disso, é necessário educar a população de que os gastrenterologistas são especialistas altamente capacitados para auxiliar na terapêutica da patologia.

A abordagem terapêutica deve, contudo, ser multidisciplinar o que envolve, para além da gastrenterologia, as especialidades de endocrinologia, nutrição, psicologia e, por vezes, cirurgia.

A reeducação do paciente a nível alimentar e no que concerne aos hábitos do indivíduo e promovendo a prática de atividade física tendo sempre em atenção os requisitos de cada um são princípios fundamentais de um tratamento eficaz. Para além disso, poderá também ser necessário controlar complicações causadas pela obesidade tais como diabetes ou hipertensão.

Este ano, a obesidade é o tema do Dia Mundial da Saúde Digestiva, da Organização Mundial de Gastrenterologia (World Gastroenterology Organisation – WGO), centrada sempre numa doença ou um problema digestivo quem tem como objetivo consciencializar a população para a necessidade da prevenção, diagnóstico, gestão e tratamento da patologia.